Atacama – Muitas atrações!

Atacama – Muitas atrações!

Por Vanessa Omena*

Apesar da paisagem árida e não apresentar um índice pluviométrico relevante, a região do Atacama apresenta alguns lagos com água quase todo o ano, servindo de fonte de vida tanto para os habitantes da região quanto para os animais que lá habitam.

E as atrações são muitas numa região extensa que pode ser explorada de diversas maneiras desde o povoado de San Pedro de Atacama! 

 As águas calmas da Laguna Meñique, que tem uma comunicação subterrânea com a vizinha Laguna Miscanti, são lugares imperdíveis na travessia do deserto. A Laguna Miscanti, está a mais de 4100 metros de altitude. O azul intenso das águas calmas e os reflexos de luz na lagoa encantam, assim como os diversos vulcões que complementam o cenário. As duas lagoas estão dentro da Reserva Nacional dos Flamingos

Foto: Jacira Omena

Foto: Jacira Omena

O Vale da Lua, um dos passeios mais populares no deserto do Atacama, é uma região que fica na Cordilheira de Sal, a 17 quilômetros de San Pedro. Não há como não se impressionar com as formações de areia, sal e rochas, esculpidas pela ação do vento e das águas, numa região que já foi o fundo do mar. Uma das formações que mais impressionam é o Anfiteatro natural.  As dunas impressionam com suas curvas e cores. 

Foto: Cedida por Paulo Junqueira Arantes

Foto: Cedida por Paulo Junqueira Arantes

 Vale a pena conhecer o fenômeno natural do Gêiseres do Tatio (Neste campo geotérmico, há muitos gêiseres que jorram vapor d’água, com atividade mais intensa nos primeiros minutos da manhã. Por segurança, não ultrapasse a demarcação de segurança feita com pedras. Se quiser experimentar o contato com a água quentinha, há piscinas naturais na área, com temperatura por volta dos 33 graus Celsius. 

Foto: Jacira Omena

Foto: Jacira Omena

 A sensação de nadar na Laguna Cejar, a 45 quilômetros de San Pedro do Atacama, com alta salinidade, é como o Mar Morto, no Oriente Médio, e isto significa que seu corpo tem mais facilidade de boiar e curtir a delícia de estar em pleno oásis no deserto. 

Foto: veoverde.com

Foto: veoverde.com

A cerca de 2300 metros de altitude está o Salar do Atacama, as grandes áreas cobertas de crostas de sal na superfície, formadas pela constante acumulação de cristais produzidos pela evaporação de águas subterrâneas com alta carga de sais. Aqui está o Parque Nacional dos Flamingos.  

Foto:LFVasconcellos

Foto:LFVasconcellos

A Laguna de Chaxa é um dos locais bons para observar as diversas espécies de flamingos de penas rosadas, que se alimentam de um pequeno camarão que vive na água salgada. Na Reserva Nacional de Flamingos, o Salar do Tara não é tão visitado pelos grupos de turistas como outras atrações do deserto do Atacama, mas aqui é possível apreciar os flamingos, vicunhas, guanacos e as paisagens corroídas pelos ventos desta área de belas paisagens.  

 

Foto: Próximatrip.com

Foto: Próximatrip.com

As simpáticas lhamas da família dos camelídeos costuma ser criado por povoados da região do Atacama, no Chile, assim como em seus países vizinhos. Dele se aproveita o couro, a lã e a carne.

Em San Pedro e nos povoados dos arredores, é possível provar a carne de lhamas, onde os espetinhos (anticuchos) fazem sucesso entre os visitantes.  

Anterior Muito Peso para Pouco Cavalo!
Próximo Búffalo Bill - O Ícone.

Sobre o Autor

Vanessa Omena
Vanessa Omena 22 posts

Jornalista e escritora

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Sua História é a sua Viagem Leia e comente!

Leonardo Letra e o Caminho dos Diamantes

Leonardo Letra tinha nas mãos tudo o que precisava. Um belíssimo animal, Campolina Marchador, e um projeto literário a ser realizado no Caminho do Diamante.

Américas Leia e comente!

Viagem a Cavalo – São José dos Ausentes/RS – Filme

Viagem a cavalo por cercanias de São José dos Ausentes/RS
Difícil manter o ar blazer e se manter imune a tanta beleza.
Posso dizer que as máquinas fotográficas trabalham muito nessa parte do Rio Grande do Sul!

Guias e tutoriais Leia e comente!

Viajar a Cavalo – Aparados da Serra/RS – Filme

Viagem a Cavalo pela região dos Aparados da Serra, entre Cambará do Sul e São José dos Ausentes

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!