Cavalos Olímpicos – Baloubet du Rouet

Cavalos Olímpicos – Baloubet du Rouet

Baloubet du Rouet - A Lenda

Foto: Divulgação CBH

 

Por Vanessa Omena*

 

O Cavalo que conquistou medalhas com o campeão Rodrigo Pessoa

Considerado por muitos o melhor cavalo de todos os tempos, o gênio do garanhão Baloubet du Rouet, famoso por sua voluntariedade, é até hoje lembrado por suas proezas em competições internacionais de hipismo. O cavaleiro Rodrigo Pessoa e o cavalo Baloubet du Rouet são o mais premiado conjunto (cavaleiro/cavalo) de todos os tempos, sendo tricampeão da Copa do Mundo em 1998, 1999, 2000 e campeão olímpico 2004 entre outras incontáveis conquistas.

Baloubet du Rouet é um famoso cavalo da raça Sela Francesa ou Sela Francês, raça que foi selecionada em um período estimado em 250 anos, tornando-se ideal para provas de Salto, Adestramento e Concurso Completo de Equitação (CCE).

Foi por volta de 1998 que Nelson Pessoa, o Neco, passou Baloubet du Rouet para a sela de seu filho Rodrigo, que no mesmo ano venceu sua primeira Copa do Mundo com o garanhão.

A consagração de Baloubet du Rouet foi em 2004, nas Olimpíadas de Atenas.

Antes, nas Olimpíadas de Sydney, em 2000, na Austrália, Baloubet refugou três vezes em sua última passagem pela pista, o que causou sua eliminação da competição e lhe tirou uma medalha de ouro, que era considerada certa pela excelente forma em que ele se encontrava na época. A pressão sobre Baloubet du Rouet/Rodrigo Pessoa era muito grande, pois o conjunto era a maior esperança do Brasil nas Olímpiadas daquele ano.

Nas Olimpíadas de 2004, com a desclassificação, por uso de doping, do conjunto irlandês Waterford Cristal/Cian O’Connor, que havia cometido o menor número de faltas, 4 contra 8 de Baloubet du Rouet/Rodrigo Pessoa, a medalha de ouro finalmente veio para o Brasil.

Em razão do resultado antidoping só ter sido divulgado após a competição, a entrega do ouro olímpico para o conjunto foi realizada no dia 29 de Agosto de 2005, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro – Brasil.

Aposentado desde 2007, hoje o garanhão, de propriedade do empresário Diogo Pereira Coutinho lidera as estatísticas de reprodutores da Federação Mundial de Criadores de Cavalos de Esporte (World Breeding Federation of Sport Horses (WBSF), em inglês).

Saiba Mais:

O documentário “No meio do caminho tinha um obstáculo”, dirigido pelo renomado Cacá Diegues, mostra a trajetória de Baloubet du Rouet e Rodrigo Pessoa rumo ao ouro olímpico.

http://www.brasilhipismo.com.br/tag/baloubet-du-rouet#sthash.3lafXmjH.dpuf

http://www.baloubetdurouet.com/aconteceu.html

Baloubet du Rouet

Cor: Alazão

Sexo: Garanhão

Raça: Sela francês

Criador: Louis Fardin

Altura: 16,3 palmos (170 cm)

Proprietário: Diogo Pereira Coutinho

Anterior Cavalhadas no Nordeste (Alagoas): uma tradição que resiste ao tempo
Próximo Exercícios Para a Preparação Física do Cavaleiro.

Sobre o Autor

Vanessa Omena
Vanessa Omena 22 posts

Jornalista e escritora

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Guias e tutoriais Leia e comente!

É Seguro Viajar a Cavalo?

Com frequência, as pessoas acham que eu sou uma pessoa corajosa. Essa visão, provavelmente e em parte, é proveniente do conhecimento das minhas viagens e destinos.
Não gostaria de contra dizê-las, mas, parte do meu conhecido destemor vem do meu conhecimento adquirido antecipadamente sobre os meus destinos e atividades.
Aposto na informação!

Guias e tutoriais Leia e comente!

Selas – Que tipos?

Que tipos de selas encontramos por aí?
Muitas, diria eu. Quase infinito os tipos de selas que encontramos em cada localidade onde se cavalga. Influências e materiais diversos. Cada uma com sua explicação histórica e de costumes.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!