Christmas Riding in Rajasthan

Christmas Riding in Rajasthan

Foto: Jacira Omena

 

Por Benedicte Leduc*

 

Viagem a Cavalo – Natal no Rajastão

 

Rajasthan… as soon as I saw this destination some years ago in the brochure, I was looking forward to having the perfect match with my vacation dates, and this year was “the” year for the Christmas ride in the Shekawati.

Rajasthan … assim que eu vi este destino há alguns anos o catálogo, eu fiquei ansiosa para ter a combinação perfeita com as minhas datas de férias e, este foi ” o” ano para o passeio de Natal em Shekawati . 

I left Brittany on the 21st of December 2014 to reach Paris CDG airport, and then I was lucky to have a direct flight to NewDehli. 

Deixei a Bretanha – França, em 21 de dezembro de 2014 em direção ao aeroporto CDG em Paris, e então eu tive a sorte de ter um vôo direto para NewDehli . 

After a very short night, we left Dehli for a 6hour bus drive to reach Dundlod Fort, one of the”forgotten palaces” we will meet, and home to our leader, Kr.Raghuvendra Singh Dundlod and Suneïna who orchestrates quietly the cases… We were greeted very cheerfully, as we were guests of honour. 
Foto: Jacira Omena

Foto: Jacira Omena

Depois de uma noite curta de sono, saímos de Dehli  e levamos 6 horas de ônibus para chegar ao forte de Dundlod, um dos ” Palácios Esquecidos de Shekawati” Vamos nos encontrar com o nosso líder e anfitrião, Kr.Raghuvendra Singh Dundlod e, sua fiel escudeira,  Suneïna que orquestra tudo calmamente … Fomos recebidos muito alegremente , como convidados de honra. 

The Dundlod Fort combines Mogol and Rajput architectures, a richly fresco painted haveli. 

Dundlod Fort combina arquiteturas Mogol e Rajput, além de ter belos afrescos. 

It has been a wonderful experience, which I would like to give an account of in my way. 

Foi uma experiência tão maravilhosa , que eu gostaria de contar um pouco da minha jornada. 

At first I enjoyed so much riding on “my” Marwari horse, Sheetal, so tiny and full of energy, kind but quite upset by careless riders… And I appreciated being finally at the back, walking, trotting, cantering and galopping freely with a new friend, Jacira, and just behind “my” two body guards Vishal and Sushil. 

Primeiramente, eu tive muito prazer em cavalgar o ” meu cavalo” Marwari , Sheetal , tão pequeno e cheio de energia! Mas ao mesmo tempo, um pouco chateada com os outros “não tão cautelosos” companheiros de viagem.  Depois, finalmente, coloquei-me logo atrás do grupo, onde pude apreciar caminhar , trotar, galopar e correr livremente na companhia da minha nova amiga, Jacira , e dos meus dois “guarda-costas”,  Vishal e Sushil. 

I was immersed in the particular atmosphere of the forts, witnesses of the past, the Rajput palaces where time seems to have stopped… You can discover the impressive wooden or metal doors with their huge locks and padlocks, the ancient trunks, the old paintings, the colourful decorations. 

Eu estava imersa na atmosfera especial dos fortes, testemunhas do passado, os palácios Rajput onde o tempo parece ter parado … Você pode descobrir as impressionantes portas de madeira ou de metal com sua enormes fechaduras e cadeados, os baús antigos, as pinturas antigas, e as decorações coloridas. 

Mandawas, Nawalgarh, Roopangarh… : magic, mysterious names, beautiful havelis or forts. 

Mandawas , Nawalgarh , Roopangarh ..-  mágicos , nomes misteriosos , belos afrescos ou fortes . 

What a great feeling to get into merchant villages or, even more impressive, the ancient fortresses inherited from the Maharadjas; hearing the sounds of the metallic clatters of the horseshoes clashing on the paved courtyard brought you back into the past, and made you feel a Maharani! 

Que grande sensação ao entrar em aldeias mercantes ou , ainda mais impressionantes, as fortalezas antigas herdada dos Maharadjas. Ouvir os sons metálicos das ferraduras ressoando no pátio pavimentado, levou-me de volta ao passado, e fez-me sentir uma Maharani! 

“Lost” in the Rajasthani countryside, part of the Thar desert, we rode across villages where we witnessed colourful scenes, beautiful women in their sahri, so smiling and spontaneous… and smiling kids ! We had the opportunity to observe animals : monkeys, beautiful birds such as parakeet (green pinringed parrot). Seeing a flight of parrots in liberty is amazing… We also met awls, spotted woodpeckers, peacocks, wild antelopes. 

“Perdidas” no interior rural do Rajastão, parte do deserto de Thar , cavalgamos entre as aldeias onde nós testemunhamos cenas muito coloridas, mulheres bonitas em seus Sahri, tão sorridentes e espontâneas…crianças alegres! Tivemos a oportunidade de observar animais como, macacos, lindos pássaros como os periquitos (Green Pinriged Parrot). Ver um voo de papagaios em liberdade é incrível … Nós também vimos os awls, Pica-paus, pavões e antílopes selvagens. 

For instance, in the Sambhar lake area, which is the largest inland salt lake in Rajasthan, we had na unexpected meeting with a group of women working together in the fields and all those colours were wonderful. 

Na área do lago Sambhar, que é o maior lago de sal do mundo, no Rajastão, tivemos um encontro inesperado com um grupo de mulheres que trabalhavam em conjunto nos campos e, todas aquelas cores de seus vestidos eram maravilhosas. 

However, that nineday horse back riding, with a comfortable camp, with such good meals, was definitely too short.

 Todavia, os nove dias de cavalgada com um acampamento confortável e excelente comida, foi, definitivamente, muito curto. 

I do hope I will have the opportunity to go back there… 

Espero ter a oportunidade de voltar lá … 

 

Benedicte Leduc*

*Horseback traveler – She´s living in Brittany – France

*Viajante a cavalo – Ela mora na Bretanha – França. 

Anterior Cocheira - Um Mal Geralmente Desnecessário
Próximo Crioulo - O Cavalo da América

Sobre o Autor

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Viagem a Cavalo Leia e comente!

Uma Amazona Francesa como Hóspede!

No último mês de julho, recebi em minha casa para passar 15 dias uma amiga francesa que conheci em uma das minhas viagens a cavalo que faço por aí. Havia dito que gostaria de conhecer o Brasil, então falei – Vá, será muito bem recebida.

Sua História é a sua Viagem Leia e comente!

Peregrinação a Cavalo

Há algum tempo atrás estive no Santuário de Santo Expedito (SP), e lá fiz uma promessa, a mesma que motivaria uma viagem diferente e especial na minha vida. Prometi que se o pedido que ali fiz fosse alcançado, eu iria da minha casa, em Pompéia (SP), até o Santuário montado em um cavalo, sem dinheiro, sem comida, sem preparar o trajeto e os locais de pouso e tudo que cercaria essa aventura que gosto de chamar de Peregrinação.

Guias e tutoriais 2 Comentários

Viajar a Cavalo – Colômbia – Filme

Em maio de 2015 fui a Colômbia fazer uma Viagem a Cavalo. Fiz parte do terceiro grupo internacional a fazer Viagem a Cavalo na Colômbia!
Por que Colômbia?
Primeiro por ser a terra do cavalo Paso Fino que sempre me encantou. E depois por ser um país muito rico em belezas naturais, diversidade de cenários, arquitetura, história e costumes.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!