Paso Fino

Paso Fino

Foto: Gaúcho Brasil
 

Por Lúcio Sérgio Andrade*

 

 A raça de Paso Fino começou a ser formada na segunda viagem de Cristovão Colombo à América, quando animais das raça Bérbere e Andaluz foram introduzidos no continente. Os cavalos resultantes dos cruzamentos entre as raças Bérbere e Andaluz eram conhecido somo “Jenetes Espanhois” que eram as montarias dos conquistadores. 

O cavalo Paso Fino apresenta andamento muito cômodo, marcha do tipo picada, rusticidade, Resistência e brio muito desenvolvido. A palavra espanhola “paso” significa passo e “fino” significa curto. Assim, o nome tem origem na maneira como o cavalo Paso Fino marcha, com deslocamentos rápidos e curtos. Há três variedades de marcha, classificadas de acordo com a velocidade e rendimento – “Fino”, “Corto” e “largo

Foto: Machador Web

 Fino – O cavalo com aptidão para o “Fino” é usado somente em exposições. Os deslocamentos são muito rápidos, mas as passadas são curtas, sendo que os melhores exemplares marcham a 4 tempos, com regularidade, quase sem sair do lugar, sendo a etapa final do julgamento conduzida na passarela de madeira.

 Corto – O cavalo com aptidão para “Corto” apresenta velocidade de marcha em torno de 10 a 11km/h, os deslocamentos são enérgicos, com passadas nitidamente mais amplas em relação aos exemplares de “Fino”.

 Largo – marcha picada em alta velocidade, na faixa de 14 a 18km/h, sendo as passadas de maior amplitude em relação ao “corto”. O julgamento é uma corrida, se o animal perder a marcha e iniciar o galope é desclassificado. 

Foto: MCambray

Foto: MCambray

Ao longo do tempo, diferentes linhagens da raça Paso Fino foram desenvolvidas em outros paises, como Porto Rico, República Dominicana, Cuba, Colômbia e Venezuela.   


Lúcio Sérgio de Andrade – Zootecnista, escritor, pesquisador, especializado em raças equinas nacionais e internacionais de andamento marchado.

 Contatos[email protected]

 Para compra de livros impressos e digitais, CD, DVD´s, Cursos on line,equipamentos para doma e treinamento de cavalos marchadores: http://www.equicenterpublicacoes.com.br

Anterior Associação Cavaleiros da Cultura
Próximo Pela Colômbia a Cavalo

Sobre o Autor

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Aparados da Serra Entre Orelhas

Uma seleção de fotos que mostra a minha visão da região dos Aparados da Serra, Rio Grande do Sul, Entre Duas Orelhas.

Textos Editoriais Leia e comente!

Viajar a Cavalo, Luiz Otávio Carneiro, é a sua Paixão!

Entrei em contato com Luiz Otávio Barbosa Carneiro pela primeira vez através de sua história. Pesquisando para iniciar um trabalho editorial para a qual havia sido convidada, deparei-me com a sua proeza de ter feito a Rota Pioneira do Pantanal, caminho pelo qual passou o seu tri avô, no século dezenove, para chegar em terras onde se estabeleceu com seus familiares e fundar raízes onde hoje é conhecida como Nhecolândia – Terras dos descendentes do senhor Nheco, como era conhecido o tri avô de Luiz Otávio.

Sentimentos a Cavalo Leia e comente!

Cavalo Selvagem – Sentimentos a Cavalo

Cavalo Selvagem é uma ode a liberdade na figura libertária de um garanhão em amplo galope em campo sem cercas e fronteiras.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!