Santiago de Compostela a Cavalo – Entrevista Cynthia Botelho

Eu Também Vou!

Somos fontes de inspiração mútuas!

Conversar com as pessoas sobre os assuntos pelo qual somos apaixonados é uma delícia! Até por que essas pessoas são tão ou mais apaixonadas que eu!

Vamos, um grupo de brasileiros, fazer o Caminho de Santiago de Compostela a Cavalo em abril de 2017. Alguns irão fazer praticamente o Caminho completo, 600 km, em 21 dias. Outros percorrerão entre 160 e 250 quilômetros em números de dias variados, por trechos do Caminho Francês que leva a Santiago de Compostela. Todos chegarão juntos, no mesmo dia, em Santiago de Compostela.

Enquanto o dia da partida não chega, e nos preparamos para essa experiência que tem tudo para ser incrível, resolvi descobrir quais os sentimentos e anseios dos participantes em relação a decisão de fazer esse Caminho a cavalo.

Recentemente, entrevistei Joselice Valiati que irá fazer o percurso mais longo de 600 quilômetros em 21 dias. Veja a entrevista!

Entrevista – Cynthia Botelho

Hoje tenho o prazer de entrevistar Cynthia, e descobrir quais as motivações que a levaram tomar essa decisão de viajar a cavalo pelo Caminho de Santiago.

Cynthia reside na capital do estado de Goiás, vai fazer a cavalo os 160 quilômetros finais do Caminho, e tem um história muito interessante para contar.

1 – Qual a sua relação com os cavalos? Quando foi que os cavalos começaram a fazer parte da sua vida?

R. Cavalos fazem parte da minha vida desde criança. Minha relação com cavalos sempre foi de admiração pela força, docilidade e uma troca de energia que revigora a alma! Inclusive estou fascinada com os resultados que estou vendo nas crianças que possuem algum tipo de deficiência e fazem equoterapia no haras onde estou me preparando para a cavalgada.

2 – Cynthia em que momento da sua vida surge agora esse projeto de cavalgar trechos do Caminho Francês de Santiago de Compostela?

R. Passei por momentos difíceis nos últimos 15 anos, com problemas de saúde  (fibromialgia, hérnias cervicais, torácica e lombar), que me impediram de cavalgar durante esse tempo. Lutei para não entrar em depressão por causa das dores constantes e muitas limitações. Em abril deste ano fui submetida às pressas a uma angioplastia, estava com obstrução em duas artérias e coloquei 2 stents. Foi aí que tomei a decisão de trazer de volta pra minha tudo que me fazia bem, custasse o que custasse.

Veio junto uma sede de viver intensamente e gratidão por estar viva!

3 – Qual a sensação ao tomar a decisão de fazer essa viagem a cavalo para um destino tão especial?

R. Pra mim, ter descoberto, através de buscas na Internet, essa possibilidade de unir minhas duas paixões, cavalos e viagens, e ao mesmo tempo ter a oportunidade de agradecer por estar viva, percorrendo o caminho de Santiago, não tem nem palavras para descrever o que estou sentindo.

Momento de introspecção, interagindo com o cavalo numa parceria tão especial em harmonia com uma natureza tão bela e ao mesmo tempo ter oportunidade de conhecer pessoas especiais e fazer novos amigos.

4 – Percorrer o Caminho a cavalo tem o mesmo significado que fazê-lo a pé. Tanto que recebem a Compostelana, Certificado emitido pela Catedral de Santiago, aqueles que fizerem pelo menos os últimos 100 km a pé ou a cavalo. De bicicleta é necessário percorrer 200 km.

Você já se imaginou chegando em Santiago de Compostela, recebendo a sua Compostelana, e concluindo um caminho santo que milhões de peregrinos percorreram desde o século XII?

R. Sim, imagino o quanto será especial cada minuto do trajeto e de convívio com o cavalo e os companheiros de viagem. Cada um em seu momento íntimo com um significado próprio, hora compartilhando e hora respeitando a introspecção do outro.

Sinto que será uma oportunidade de me conhecer melhor, me sentir parte do todo, do que já foi e do que será. Como você disse” um caminho santo que milhões de peregrinos percorreram desde o século XII.” Não tem como não se emocionar e guardar na memória como uma experiência única, onde enfrentarei meus medos e limitações, e retornarei mais confiante, inteira, completa e feliz!

5 – Tem algum receio ou ansiedade em relação a essa jornada?

R. Tenho muitos, pois como disse, será para mim um grande desafio, onde vou enfrentar meus medos enfrentar limitações, mas com a consciência que estou em boas mãos, com todo o apoio necessário e uma equipe muito bem preparada.

6 – Que tipo de preparação pessoal você está fazendo para enfrentar os quase 160 km do Caminho que você irá percorrer?

R. O primeiro contato que tive com você Jacira, foi determinante na minha decisão de ir nessa aventura. Diante do meu relato sobre minha paixão por viagens e cavalos de um lado e minhas limitações e medo de não ser capaz, de outro lado…foi sua resposta que me fez acreditar que eu era capaz. Segui suas orientações e comecei Pilates, caminhada e encontrei um haras que aceitou me preparar para este tipo de cavalgada!!!

Só tenho a lhe agradecer pois desde o dia 21 de agosto  venho me surpreendendo com minha evolução, bem estar físico ,  mental e resistência. Tenho cavalgada aos sábados e domingos cerca de uma hora e meia. Vamos aumentando essa frequência até chegar aos 30 km em 1 dia.

7 – Alguma expectativa? O que espera encontrar pelo Caminho?

R. Adoro me surpreender, portanto acredito que esta experiência será além das minhas expectativas, diferente de tudo que já experimentei!

8 – Pretende continuar fazendo viagens a cavalo? Algum outro destino à vista?

R. Já decidi por esta viagem com a certeza de que não será a última! Pretendo viajar à cavalo todo ano! Inclusive já estou de olho na viagem à Grécia, que é um sonho que tenho desde criança; entrar naquele mar maravilhoso montando um cavalo!!!

Estou muito feliz por ter descoberto o “Viajar à  cavalo” e espero compartilhar com você, Jacira, muitas outras viagens e experiências espetaculares!!!!

Santiago

 

Anterior Leonardo Letra e o Caminho dos Diamantes
Próximo Repouso na preparação física do cavalo atleta

Sobre o Autor

Jacira Omena
Jacira Omena 193 posts

Viajante e Escritora - Escreveu o Livro - Viajar a Cavalo:Um Guia Passo a Passo. "Viajo pelo mundo a cavalo sempre a procura de algo novo e surpreendente, e com grande frequência sou bem-sucedida nessa busca!

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Américas Leia e comente!

Parque Nacional de Yellowstone – Um show de cores, beleza, e sensações

Com notável diversidade de plantas e animais, Yellowstone é sem dúvida um dos grandes santuários da vida selvagem do planeta.

Viajar a Cavalo – África do Sul

Viajar a Cavalo na África do Sul é voltar a origem. Observar a natureza fazendo parte dela, de um lugar muito privilegiado, de cima do cavalo.

Guias e tutoriais Leia e comente!

Tipos de Viagem a Cavalo

Quando entramos no universo de operadores de viagens, uma linguagem muitas vezes estranha, mas comum entre eles, passa a fazer parte da vida daqueles que fazem uso de seus serviços.
Portanto, acho útil a familiarização com alguns termos e também a forma como eles denominam e agrupam cada tipo de viagem.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!