São Jorge – Santo Cavaleiro e Guerreiro

São Jorge – Santo Cavaleiro e Guerreiro

A lenda de São Jorge e o Dragão

Por Jacira Omena*

 

A lenda de São Jorge e o Dragão na mais antiga Catedral de Estocolmo

Nas minhas andanças como viajante, nem sempre a cavalo, me deparo com várias situações que aguçam a minha curiosidade e admiração, e que logo tenho vontade de compartilhar. Dessa vez foi na Catedral Luterana de São Nicolas, datada de 1279, a mais antiga da cidade de Estocolmo.

A minha admiração foi diante de uma obra de arte em forma da cena de São Jorge matando o dragão para salvar uma pobre virgem do sacrifício que lhe impunham! A história por trás dessa imagem é tão bonita quanto ela.

Ela foi realizada por Bernt Notke, o mais importante pintor-escultor alemão de sua época. Foi encomendada pelo regente sueco Stent Sture em comemoração à sua vitória sobre o rei da Dinamarca, Christian I, que pretendia tomar de assalto Estocolmo, em 1471.

Supostamente, o rei da Suécia era devoto de São Jorge, e rezou para ele antes da batalha. O certo é que devido a sua devoção, ficou para o resto da humanidade uma das mais bonitas e preciosas representações da lenda de São Jorge e o Dragão, tão exaustivamente reproduzida ao longo da história. Toda feita em madeira, com detalhes de metal, a riqueza de detalhes impressiona.

São Jorge, o santo cavaleiro e guerreiro, que matou o dragão da maldade e salvou a humanidade do mal.

Sobre a verdade e o mito

A verdade é que o santo realmente existiu. Seus pais eram cristãos romanos do centro da Anatólia, atualmente Turquia, especificamente na Capadócia. Sabe-se que entrou para as armas, e tornou-se capitão do exército romano. A partir daí os acontecimentos terrenos se mesclam aos espirituais, ficando difícil separar o mito do real.

A Lenda – São Jorge e o Dragão

A história em torno de São Jorge e o Dragão é contada de diversas formas, mas a considerada “mãe de todas” data do século X, e teria ocorrido na Líbia numa pequena cidade chamada Selinus.

Diz a Lenda que – A pequena cidade tinha um lago onde morava um dragão que soltava fogo e bafo pelas ventas envenenando as terras mais férteis da região. Para aplacar a fúria do dragão, o povo ofertava diariamente dois carneiros. Mas quando os carneiros acabaram, passaram a oferecer seus filhos que eram escolhidos através de sorteio. Um dia, a filhado rei foi escolhida, e ele, desesperado, ofereceu todo o seu tesouro e metade do seu reino para que a sua filha fosse substituída por outra criança, mas o povo recusou. A filha do rei, a princesa, foi enviada ao lago vestida de noiva para alimentar o dragão.

São Jorge passava pelo lago quando avistou a princesa que logo tentou afastá-lo do perigo mandando-o embora. Enquanto isso, o dragão saiu do lago e arremessou-se na direção da princesa. São Jorge, fez o sinal da cruz, empunhou a sua lança e rapidamente jogou o véu da princesa sobre o dragão para confundi-lo enquanto fugia em direção a cidade. Porém, logo, o dragão voltou a persegui-los aterrorizando a população. São Jorge ofereceu-se para matar o dragão se o rei e seu povo se convertesse ao cristianismo. Aceita a proposta, São Jorge matou o dragão.

commons.wikimedia.org

commons.wikimedia.org

A vitória do bem contra o mal!

A Escultura em Madeira de São Jorge em Estocolmo

Impressiona pelo tamanho, detalhe e perfeição

Foto: Jaira Omena

Foto: Jacira Omena

Como foi encomendada pelo rei sueco (Stern) para comemorar a sua vitória sobre o rei da Dinamarca (Christian I), na cena onde o bem vence o mal, São Jorge é Stern (rei sueco), o dragão é a Dinamarca (Christian I), e a princesa é a Suécia, defendida e salva.

A beleza da obra de Bernt Notke extrapola a crença e a espiritualidade, mas não se distancia dela ao acolher um relicário onde guarda relíquias de São Jorge e outros santos.

Curiosidades: A espada de São Jorge se chamava Ascalon, e Wiston Churchill batizou a sua aeronave pessoal com esse nome, em plena Segunda Guerra Mundial. São Jorge é o santo padroeiro da Inglaterra.


Fonte: Wikipedia

Anterior Hyde Park Stables - Cavalgada pela Trilha dos Reis
Próximo Mangalarga e Altér Real

Sobre o Autor

Jacira Omena
Jacira Omena 216 posts

Viajante e Escritora - Escreveu o Livro - Viajar a Cavalo:Um Guia Passo a Passo. "Viajo pelo mundo a cavalo sempre a procura de algo novo e surpreendente, e com grande frequência sou bem-sucedida nessa busca!

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Cavalo-Que Alimentação?

Mozart B. Barros, especialista em cavalgadas, passa sua experiência no trato dos cavalos quanto aos cuidados com a alimentação.

História, Arte & Literatura Leia e comente!

Dia de São Jorge – 23 de abril

Hoje é dia de homenagear São Jorge (275-303), o santo guerreiro que é representado montado em seu cavalo branco e que debaixo das patas de seu fiel ginete esmaga o dragão, significando a vitória contra o inimigo.

Sentimentos a Cavalo Leia e comente!

Passeio a Cavalo no Campo

Já estava acostumava a só ficar rodando a cena, tirando uma foto aqui outra acolá, lembrando mesmo dos tempos em que era eu, e “outras crianças”, agora já bem crescidas, que cavalgava por ali a fora.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!