Wyoming – Terra dos Cavalos Mustang

Wyoming – Terra dos Cavalos Mustang

Por Vanessa Omena*

 

O Estado do Wyoming abraça suas raízes e o lema “Para sempre Velho Oeste” está à altura em tudo. Com seus 11.000 ranchos e fazendas em todo o estado, cordial hospitalidade, festivais de rodeio e danças indígenas, fazem com que a diversão e o espírito do Oeste estejam sempre presentes.

A raça de cavalos Mustang são atração na região. Eles são sobreviventes de tropas que cresceram em estado selvagem, o que os torna muito intuitivos e sensíveis. Os índios que viviam no continente Americano antes da chegada dos Europeus, não conheciam o cavalo e primeiro ainda tiveram medo deles, mas depois compreenderam que eles podiam ser um elemento decisivo, para caçar ou para a guerra.

De origem Europeia os Mustang descendem dos cavalos Espanhóis levados à América pelos conquistadores. Esta é a última espécie de cavalos selvagens do continente Americano, e por isso estes cavalos estão protegidos pela lei de estado. Maltratar ou matar um Mustang constitui uma infracção federal nos EUA.

Cavalos Mustang

Características: O Mustang é pequeno e vigoroso. De pescoço curto e cabeça também pequena, tem os olhos bastante expressivos. Os seus membros são rijos. Mede entre 135cm e 155cm. Cavalo rápido e forte, o Mustang é capaz de sobreviver em regiões áridas e montanhosas, onde se alimenta apenas com plantas com textura áspera. É um animal que bebe pouco e que se dá bem com tempos quentes e secos como muito frio.

Curiosidades: O nome Mustang vem de uma antiga palavra espanhola que significava “sem dono” ou “vagabundo”. Os Mustang vivem em manadas de catorze, por vezes mais. Cada manada consiste em éguas e potros, assim como jovens machos com menos de dois anos. Apenas um cavalo dirige o grupo. Este é o que manda. Ele fica sempre de vigia, para que não haja predadores que ataquem os potros (coiotes, pumas, etc.), protegendo assim a manada. Esta é uma forma de segurança eficaz, com que faz com que ele mantenha sempre o domínio.

 


Fonte:

http://www.oscavalos.com/c-cavalos-mustang.html

 
Anterior Wyoming: Bem-Vindos ao Velho Oeste!
Próximo O lado bom de viajar sozinha.

Sobre o Autor

Vanessa Omena
Vanessa Omena 22 posts

Jornalista e escritora

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Américas Leia e comente!

Paso fino – Colômbia – Filmes

Em Viagem a Cavalo pela Colômbia, experimentei um cavalo Paso Fino. Uma grande emoção!

Santuário de N.S Aparecida a Cavalo Leia e comente!

Tropeiros da Fé – Santuário de N.S. Aparecida

Faça a sua romaria de um jeito diferente!
Conforto, tranquilidade e segurança contribuem para que a sua cavalgada rumo a Aparecida com a equipe viajaracavalo seja dedicada apenas aos seus pensamentos de devoção e fé.

Viagem a Cavalo Leia e comente!

Caminho dos Diamantes – A Rotina

O caminho dos Diamantes foi sem dúvida o mais difícil dos quatro que percorri. Dos 395 km / 178,3 são de subidas e descidas sendo 26% de asfalto, 0,5% de trilhas e 73,5% de estradas de terra divididos em 18 planilhas na companhia da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço e de suas paisagens exuberantes.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!